"Testemunhar e anunciar a mensagem cristã, conformando-se com Jesus Cristo"

Páginas

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Somos capazes de amar nossos inimigos?


  Algum de vós dirá: “Não sou capaz de amar os meus inimigos”. Deus não cessa de te dizer nas Escrituras que és capaz, e tu respondes-Lhe dizendo que não és? Reflete comigo: em quem devemos acreditar, em Deus ou em ti? Uma vez que Aquele que é a própria Verdade não pode mentir, que a fraqueza humana abandone desde agora as suas desculpas fúteis. Aquele que é justo não pode ordenar coisas impossíveis, nem Aquele que é misericordioso condenará um homem por algo que este não era capaz de evitar.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

O Santo Padre, o Papa Francisco reza pelas vítimas do feroz atentado em Paris


  «O atentado de ontem faz-nos pensar em tanta crueldade humana». Na missa celebrada em Santa Marta na manhã de 8 de Janeiro, o Papa Francisco expressou toda a sua dor causada pelo horrível ato de violência perpetrado na quarta-feira na sede do semanário satírico «Charlie Hebdo». Rezou pelos doze mortos, pelos feridos, pelas suas famílias e também pela conversão dos violentos. Diante de «tanta violência, quer do terrorismo isolado, quer do terrorismo de Estado» faz refletir, disse o Pontífice sobre «a crueldade da qual o homem é capaz». Por isso, além de confiar a Deus «as vítimas desta crueldade», exortou todos a rezar «também pelos cruéis, a fim de que o Senhor transforme os seus corações».

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Inaugurado novo canal oficial da Rádio Vaticano no YouTube


  Está no ar o novo canal oficial da Rádio Vaticano no YouTube.  A nova plataforma reúne a produção em vídeo do CTV em parceria com o conteúdo jornalístico em língua portuguesa da Rádio Vaticano sobre os eventos do Papa e da Santa Sé. A iniciativa do Vaticano volta-se ao mundo lusófono, formado por mais de 250 milhões de pessoas, que poderão, a partir de agora, acessar a qualquer momento os principais eventos do Papa Francisco e do Vaticano em língua portuguesa.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

"Por tudo isso canta, ó homem, canta e louva!"


  Hoje, Senhor, Tu manifestaste-Te ao Universo e a Tua luz apareceu-nos. Por isso, face a essa revelação, nós Te cantamos: Tu vieste, Tu manifestaste-Te, ó luz inacessível! (1Tm 6,16). [...] Na Galileia dos gentios, no país de Zabulon, na terra de Neftali, como diz o profeta, resplandeceu Cristo, a grande luz (cf Is 8,23-9,1); para os que estavam nas trevas, uma grande claridade brilhou em Belém. O Senhor nascido de Maria, o Sol de justiça, faz irradiar os Seus raios para todo o universo (cf Ml 3,20). Nós, os filhos de Adão que estamos nus, venhamos, revistamo-nos d'Ele para nos aquecermos. Pois foi para vestir os que estão nus, e iluminar os que estão nas trevas, que Tu Te manifestaste, ó luz inacessível.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

A ida a Belém


  (…) além de imitarmos os pastores que foram com prontidão à gruta, podemos reparar no exemplo dos Reis Magos, a quem vamos recordar na próxima solenidade da Epifania. Graças à sua fé humilde, aqueles homens superaram as dificuldades que encontraram na sua longa viagem. Deus iluminou os seus corações para que, na luz de uma estrela, descobrissem o anúncio do nascimento do Messias. Foram dóceis, e essa docilidade conduziu-os a Belém. Ali, entrando no lugar onde a Sagrada Família estava alojada, viram o Menino com Maria, Sua Mãe, e prostrando-se O adoraram. Depois, abriram os seus cofres e ofereceram-Lhe presentes: ouro, incenso e mirra [4].

domingo, 4 de janeiro de 2015

Solenidade da Epifania do Senhor


  «À Tua luz caminharão os povos e os reis andarão ao brilho do Teu esplendor » (Is. 60, 3). Hoje a Igreja celebra a Solenidade da Epifania, «manifestação» de Cristo a todos os povos, representados pelos Magos vindos do Oriente. Esta festividade ajuda-nos a penetrar o profundo sentido da missão universal da Igreja, que se pode compreender como um movimento de irradiação: o irradiar- se da luz de Cristo, refletida no rosto do seu Corpo místico. E dado que esta luz é luz de amor, verdade e beleza, não se impõe com a força, mas ilumina as mentes e atrai os corações.

Segunda escolha de cardeais do Papa Francisco: universalidade e periferia


  “O critério mais evidente é o da universalidade”, afirmou o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé e Diretor da Rádio Vaticano, Padre Federico Lombardi, ao contextualizar a divulgação dos nomes dos novos cardeais feita pelo Papa durante o Angelus deste domingo (04/01).