"Testemunhar e anunciar a mensagem cristã, conformando-se com Jesus Cristo"

Páginas

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Santos João XXIII e João Paulo II foram canonizados há um ano


  Nunca na história da Igreja de Roma um seu bispo proclamou santos dois predecessores tão próximos no tempo como acontece agora com a canonização de Angelo Giuseppe Roncalli e Karol Wojtyła. Sem dúvida alguma, João XXIII e João Paulo II foram protagonistas na segunda metade do século XX de dois pontificados — o primeiro breve, o segundo bastante longo, até ao início do novo século — dos quais se sente a importância já agora, ainda antes que deste tempo seja permitida uma avaliação fundada em perspectiva histórica.

domingo, 26 de abril de 2015

4° Domingo da Páscoa


  “Eu sou o bom pastor”. Cristo pode dizer com propriedade “Eu sou”. Para Ele nada pertence ao passado nem ao futuro: tudo Nele é presente. É o que Ele diz de Si mesmo no Apocalipse: “Eu sou o Alfa e o Ômega, Aquele que é, que era e que há-de vir, o Todo-Poderoso” (Ap 1, 8). E no Êxodo: “Eu sou Aquele que sou. Assim dirás aos filhos de Israel: “'Eu sou' enviou-me a vós”” (Ex 3, 14).

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Profissão de fé na Trindade: O Símbolo “Quicumque” s


  O Símbolo “Quicumque” atribuído a Santo Atanásio (entre 430 e 500) e resume nossa fé sobre o que devemos crer acerca da Trindade Santa. Muitas discussões aconteceram antes e depois disso, mas este Símbolo é, sem dúvida, um marco da doutrina cristão e um referencial para todas as elucubrações sobre as relações internas (ad intra) e externas (ad extra) na Trindade. A palavra “símbolo” significa sinal, referência e é exatamente isto que o “Quicumque” deseja ser.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

A existência de Deus frente às contradições humanas


  Li recentemente as afirmações de um intelectual alemão que, em relação à "questão de Deus", se dizia agnóstico e, ao mesmo tempo, acrescentava que não se poderia nem provar nem excluir totalmente a existência de Deus, de modo que esse problema permaneceria sempre em aberto. No entanto, declarava-se firmemente convencido da existência do inferno: bastava-lhe ligar a televisão para comprová-lo sem sombra de dúvida.

domingo, 19 de abril de 2015

3° Domingo de Páscoa


  Em primeiro lugar, a Páscoa supõe um encontro com o Cristo ressuscitado e glorioso, através da Igreja, através da carne do nosso irmão em quem palpita a vida divina e, finalmente, através dos sacramentos, onde deixou a sua pegada invisível e presentes visíveis, que o Cristo Pascal nos deixou para derramar e compartilhar conosco a vida divina. O cristianismo é justamente o encontro com uma pessoa viva, Jesus Cristo, quem o Pai ressuscitou vencendo as ataduras do pecado e da morte. Agora bem, o encontro com Cristo ressuscitado pede de cada um de nós um viver a vida nova que Cristo ganhou com a sua morte e ressurreição. Vida nova que implica nos arrepender dos nossos pecados, causantes do sofrimento e da morte de Cristo Jesus; implica deixar a nossa vida antiga e mundana, como tantas vezes nos pede o papa Francisco. Este arrependimento nos levará a nos ajoelhar diante do sacramento da Penitência, onde o sangue de Cristo nos lava, nos santifica e volta a brilhar em nós a vida nova do Ressuscitado.

sábado, 18 de abril de 2015

Sexualidade desregrada e uso de drogas colocam jovens na reta do Diabo


  Viver em uma dimensão de imoralidade onde tudo está permitido debilita os jovens frente às tentações do diabo, advertiu o Arcebispo de Ferrara e Comacchio (Província de Itália), Dom Luigi Negri, experiente exorcista, declarando que na revolução cultural do maio francês de 1968 vemos a raiz dos males da juventude, levando-a ao liberalismo sexual e moral, tendo como lema “é proibido proibir”.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Comemorações pelo aniversário de Bento XVI


  O Papa emérito Bento XVI completou nesta quinta-feira (16)  88 anos e, para comemorar, celebrou numa festa ao estilo bávaro, na qual não faltou música e cerveja típica desta região alemã onde o ex-pontífice nasceu, informou a agência EFE. O papa alemão festejou seu aniversário na porta de sua residência, o convento “Mater Ecclesiae”, junto a um grupo de pessoas vestidas com o traje típico de sua região de origem.