Testemunhar e anunciar a mensagem cristã, conformando-se com Jesus Cristo. Proclamar a misericórdia de Deus e suas maravilhas a todos os homens.

Páginas

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Hoje celebramos a Solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus


  A contemplação do mistério do nascimento do Salvador tem levado o povo cristão não só a dirigir-se à Virgem Santa como a Mãe de Jesus, mas também a reconhecê-la como Mãe de Deus. Essa verdade foi aprofundada e compreendida como pertencendo ao patrimônio da fé da Igreja, já desde os primeiros séculos da era cristã, até ser solenemente proclamada pelo Concílio de Éfeso no ano 431. Na primeira comunidade cristã, enquanto cresce entre os discípulos a consciência de que Jesus é o Filho de Deus, resulta sempre mais claro que Maria é a Theotokos, a Mãe de Deus.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

São Francisco e o primeiro presépio


  Quinze dias antes do Natal, Francisco disse [...]: «Quero evocar a memória do Menino que nasceu em Belém e de todos os sofrimentos que padeceu desde a Sua infância. Quero vê-Lo, com os meus olhos carnais, tal como Ele estava, deitado numa manjedoura, dormindo sobre o feno, entre uma vaca e um burro». [...]

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Encerramento da Novena de Natal


  Hoje encerraremos a Novena de Natal. É um momento oportuno para percebermos a mensagem de Deus a nós e seu desejo de nos amarmos uns aos outros como Ele nos amou. O fruto desse amor só pode ser paz. Infelizmente hoje ligamos a televisão e ouvimos notícias de mais um ataque terrorista. Vamos no carro com o rádio ligado e surge a informação de mais um caso de violência doméstica. Pensamos e comentamos: “já não há paz no mundo!”. Vamos contrariar esta tendência, na medida das nossas possibilidades. Deixemo-nos contagiar pelo espírito natalino e vamos abrir a porta à paz; à paz autêntica que é Jesus!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

A espiritualidade do tempo do Advento


  Toda a liturgia do advento é apelo para se viver alguns comportamentos essenciais do cristão: a expectativa vigilante e alegre, a esperança, a conversão, a pobreza. Expectativa vigilante e alegre – O olhar da comunidade fixa com esperança mais segura no cumprimento final, a vinda gloriosa do Senhor: “Maranatha: vem, Senhor Jesus”. É uma expectativa vigilante e alegre porque aquilo que se espera acontecerá. Deus é fiel. A alegria caracteriza os tempos messiânicos (Is 9,2; 35,1; 44,23; 49,13; 35,9; 51,11; 61,10). E ainda, o Batista salta de alegria no ventre de Isabel. A virgem é convidada a alegrar-se.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Os Santos Ritos no Tempo do Advento


  A Palavra de Deus, as orações, a aclamação litúrgica: Vem, Senhor Jesus! Venha a nós o vosso Reino! “Até que ele venha”, ausência do “Glória”, a cor roxa/rosa, a coroa do advento (acendimento progressivo), a novena do natal (antífona do Ó) e as músicas próprias. Os textos das antífonas do Ó constituem uma síntese da história da espera do Messias, uma proclamação de seus títulos e suas funções, uma atualização do desejo da vinda através do grito: Vem!, que faz da oração dos justos do Antigo Testamento a oração da Igreja até que Ele venha.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Sentido teológico-litúrgico do Advento


  O tempo do Advento abre para a Igreja a grande celebração da manifestação do Salvador em nossa humanidade. Embora o mistério da encarnação tenha sua expressão celebrativa maior nas festas do natal e da epifania, é todo o ciclo do natal (que vai do 1º domingo do advento até a festa do batismo do Senhor) que celebra a vinda do Salvador. O advento é um tempo de preparação para as festas epifânicas, tem como tarefa preparar-nos para receber o Senhor que vem e se manifesta a nós. Sendo assim, a manifestação do Senhor tem dois aspectos:

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Novena de Natal - 1° Dia de Encontro foi na Igreja Matriz de São Pedro


  O Natal se aproxima e uma das formas mais conhecidas de se preparar para ele é a Novena de Natal. Enquanto renovamos a esperança de crescermos na fé em Deus e na solidariedade com os irmãos e irmãs, nosso coração se alegra pelo bem realizado ao longo deste ano e deseja entregar nas mãos do Deus Menino nosso propósito de amar mais, perdoar mais e viver mais do Evangelho. Com esse desejo, nossa Paróquia de São Pedro iniciou hoje sua novena de Natal. Todos os grupos de família, de pastorais e outros estavam representados na Igreja Matriz para a Novena.